Notícias

Sony vende negócio de portáteis e a marca VAIO

Após revelar os resultados do terceiro trimestre fiscal de 2013, a Sony revelou que vai vender o negócio de portáteis e a marca VAIO à Japan Industrial Partners, sendo o negócio concluído até ao final de Março de 2014.

A Sony tem tido resultados pouco positivos neste negócio, e teve uma quebra na procura de produtos VAIO. Na CES deste ano, a Sony não mostrou grande coisa da linha VAIO, muito provavelmente, já a pensar na sua venda.

A companhia já não se encontra a desenhar e desenvolver produtos PC, mas a produção e venda irá continuar até à ultima linha da marca VAIO se encontrar globalmente à venda. A partir de agora, a companhia decidiu focar-se nos smartphones e tablets, significando que teve de tomar decisões difíceis em partes da companhia com menos sucesso.

Kaz Hirai, CEO da Sony, disse ter-se tratado de uma “decisão agonizante”, pois tratava-se de “uma marca muito Sony” e que “tinha agitado o mercado de PCs”.

Quanto ao negócio de televisões, a Sony irá manter-se neste segmento mas está a preparar uma reestruturação, que passa por transformar esta divisão, numa divisão independente.

No que toca a aspectos positivos para a companhia, a Sony refere que a PS4 vendeu 4.2 milhões de unidades e que foram vendidas 9.7 milhões de unidades de software. A subscrição PS Plus, agora obrigatória para se poder jogar online na PS4, também teve um dramático aumento de vendas.

Ainda assim, a Sony irá cortar 5,000 postos de trabalho globalmente (1,500 no Japão) até ao final do ano fiscal de 2014. Com isto, a companhia espera poupar cerca de 100 mil milhões de ienes (cerca de 988 milhões de dólares) por ano em despesas fixas.

A Japan Industrial Partners, a nova empresa que ficará a cargo da marca VAIO, prometeu que irá contratar entre 250 a 300 colaboradores da Sony, para as áreas de desenvolvimento, produção e vendas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close