Notícias

Bungie adia correcções a Destiny 2 para não sobrecarregar a equipa de produção

A Bungie decidiu adiar os planos para a correcção da exageradamente forte shotgun Lords of Wolves, com o intuito de preservar o “equilíbrio entre trabalho e vida pessoal” da equipa de desenvolvimento. Por outras palavras, evitar aquilo que é conhecido como “crunch” e que muito tem sido discutido nos últimos tempos.

Numa tentativa anterior de ajustar a força de determinadas armas, algumas alterações tiveram um efeito maior que o esperado, tornando a Lord of Wolves numa arma exageradamente poderosa no PvP de Destiny 2. Luke Smith, o director criativo do jogo, reconheceu o problema através de uma publicação no site oficial da produtora e prometeu que a situação será corrigida em breve.

E durante a maratona de stream GuardianCon 2019, que foi dedicada à angariação de fundos para St. Jude, Smith explicou que a correcção será lançada em Julho, para que a equipa de produção não seja obrigada a trabalhar horas extras indeterminadas. Smith disse que o estúdio já tinha pedido isso aquando do lançamento da recente raid Crown of Sorrow, e que por isso, não quis repetir o pedido agora para corrigir este problema de balanceamento.

A equipa considerou desactivar a Lords of Wolves, mas acabou por decidir que o problema não é demasiado grave para que a arma seja temporariamente banida. Destiny sempre teve períodos em que uma ou várias armas eram consideravelmente mais fortes que as restantes e, como tal, esta será apenas mais uma arma a fazer parte desta lista. Contudo, o estúdio está atento e pode mudar de ideias no que toca à desactivação temporária da arma.

Visitem o nosso fórum!

Back to top button
Close
Close