Notícias

Como vencer os inimigos em Horizon Forbidden West

A Guerrilla Games fez uma nova publicação no PlayStation Blog onde o estúdio fala sobre o combate e partilha que ameaças esperam por Aloy em Horizon Forbidden West, e como é que o jogador se pode preparar da melhor forma possível.

Charles Perain, Combat Designer, Richard Oud, Gameplay Animation Director at Guerrilla e Arjen Beij, Lead AI Programmer, explicam que, desde o final de Horizon Zero Dawn, os inimigos de Aloy se multiplicaram e que o combate com humanos e máquinas na nova fronteira do Forbidden West chega com mais desafios e oportunidades.

O combate evoluiu de forma significativa desde o primeiro título da franquia e continua a ser construído sobre os princípios de liberdade de jogo e escolha durante os encontros no mundo aberto. Charles menciona que Aloy é uma guerreira inteligente e ágil e que na sequela de Horizon Zero Dawn, as ferramentas ao seu dispor irão gerar uma panóplia de tácticas que permitem a interacção com oponentes fisicamente fortes, desde humanos armados, até máquinas de grande dimensão.

Embora as alterações do design do combate se mantenham fiéis à identidade da Aloy, foi adicionada profundidade à jogabilidade e foram aumentadas as competências para que os jogadores, através de habilidades como combinações de ataques de proximidade e Valor Sugers. Foram criados inimigos que encorajam os jogadores a usar as suas habilidades e ainda aumentada a variedade de estilos de jogo e o foco na liberdade de escolha, sendo que, através de armas e trajes que podem ser melhorados, os jogadores podem adaptar a sua táctica.

Segundo Richard, é importante que os jogadores sintam que a Aloy melhorou as suas capacidades e a confiança, bem como se sente mais confortável a atravessar o ambiente desde as suas aventuras no Horizon Zero Dawn e Frozen Wilds. Desde então, Aloy ganhou experiência e é necessário que as animações o reflictam.

Foram, portanto, feitas melhorias no sistema de combate, especialmente no aumento do nível de dificuldade, segundo Arjen, onde o objectivo passa por garantir que os inimigos parecem mais autênticos ao melhorar a fluidez e continuidade do movimento, como por exemplo ao tornar os inimigos mais capazes de atravessar terreno acidentado. A inteligência artificial de Horizon Zero Dawn já suportava algumas alterações dinâmicas de terreno, mas, para a sequela, foram adicionados saltos e a escalada ao seu comportamento sistémico, sendo que no Horizon Forbidden West, as máquinas podem nadar, mergulhar e perseguir Aloy debaixo de água.

No que diz respeito aos inimigos, humanos e máquinas, Richard refere que cada um foi desenhado em torno de uma clara função de jogabilidade que a equipa de animação comunica ao jogador através de acções, postura e movimento, por forma a permitir que o jogador consiga reconhecer a silhueta ou comportamento, de modo a antecipar ou reagir ao movimento do inimigo.

Ao experimentar diferentes alcances, diversas direcções e velocidade e força, o jogador irá alterar o ritmo de combate contra humanos e máquinas, tornando o cenário de combate mais interessante, e mantendo a jogabilidade divertida e desafiante. Charles acrescenta que existem inúmeras formas de enfrentar uma situação de combate no Forbidden West e a escolha do jogador tem um impacto real na duração da luta, nos riscos envolvidos e no custo dos recursos.

No entanto, será possível criar situações de combate clarificadas e intencionais e fugir do combate ao sair da linha de visão do inimigo, embora estes comecem a procurar. Segundo Arjen, no caso dos inimigos humanos, estes procuram em grupo e o líder dá ordens e coordena. Através da animação de contexto dependente de discurso, o jogador terá diversas pistas para descobrir qual deverá ser o seu próximo passo.

Horizon Forbidden West será lançado no dia 18 de Fevereiro para PlayStation 5 e PlayStation 4.

Visitem o nosso fórum!

Ricardo Silvestre

É o editor da ZWAME Jogos e faz um pouco de tudo no site. Gosta em particular de jogos de corrida, jogos de luta e RPG's, mas também não diz que não a um bom jogo com loot.
Botão Voltar ao Topo