Análises

Farming Simulator 2017: Platinum Edition

Farming Simulator está de regresso, desta vez em versão Platinum Editon, apetrechada de novo conteúdo. Nesta expansão vão poder testar as vossas habilidades agrícolas e de gestão num novo local localizado na América do Sul, apelidado de Estancia Lapacho e usa paisagens realistas.

Com um novo local vêm novos desafios e esta nova região contém novos tipos de vegetação, uma rede de caminhos de ferro própria, novos animais e montes de campos propícios para a cana de açúcar.
Novos veículos e equipamento estão presentes no jogo, juntamente com o uso de várias marcas comercias conhecidas, e com esta expansão o seu número ultrapassa os 250 distribuídos por 80 marcas. Todas as novidades estão identificadas quando visitamos a loja no jogo mas para nos ajudar na tarefa, ao começarmos a expansão é-nos atribuído no nosso primeiro terreno um veículo e equipamento já pronto para a plantação da cana de açúcar.
Após essa ajuda inicial ficam por vossa conta, executanto todas as tarefas que já realizavam no jogo base mas com um cenário que é bastante mais cativante.

Em resumo, se são novos no mundo de Farming Simulator esta é a versão que devem comprar. Para os jogadores que já tinham a versão base e querem mais conteúdo num novo local então esta expansão é isso mesmo que procuram.

Análise á versão base:

As novidades anunciadas nesta nova versão incluem um leque de mais de 200 veículos e equipamentos agrícolas autênticos de 70 fabricantes, inclusive marcas como Challenger, Fendt, Valtra e Massey Ferguson. Os jogadores podem cultivar diversos tipos de plantações, inclusive e pela primeira vez girassóis e feijão, além disso há sempre animais para tratar e criar, desde galinhas, ovelhas, vacas e porcos. Outra das grandes novidades incluídas nesta edição de 2017 são os comboios, proporcionando aos jogadores a possibilidade de os conduzirem para o transporte de cargas variadas, desde troncos, animais ou colheitas.

Os inexperientes como eu vão deparar-se com um modo carreira dividido por três dificuldades, cada uma delas mudando a economia do jogo e a nossa dívida no banco, a saúde das nossas colheitas ou mesmo várias definições de gameplay no jogo.
Após esta primeira decisão escolhemos um entre dois mapas em locais distintos, Goldcrest Valley ou Sosnovka, para começar a nossa vida de agricultor faltando apenas escolher a nossa personagem, entre Homem ou mulher.
O tutorial é bastante curto, serve apenas de amostra e preparação do jogador para tarefas básicas no ambiente de jogo. Achei que as letras das caixas de texto eram bastante pequenas para se lerem numa Tv, algo que por vezes acontece noutros jogos que também têm uma versão PC.

Após algumas pequenas dicas somos entregues ao nosso destino, podendo começar a fazer tudo direitinho como na vida real ou então fazer como eu e tentar aprender a controlar um trator com um reboque de dois eixos… Garanto-vos, que se também forem inexperientes, uma simples manobra do quotidiano de marcha atrás poderá tornar-se um pesadelo.
Felizmente lá consegui ganhar dinheiro suficiente e fui a uma loja comprar um reboque mais fácil de manobrar.

O aspeto do jogo deixa um pouco a desejar, no entanto devo salientar que a versão que testei, na consola Ps4 corre com fluidez na casa dos 60Fps. O mundo de jogo apesar de ser bastante estático é variado, com campos, habitações e vários locais de interesse, e tem vida própria com pessoas e automóveis a circular. Dar os primeiros passeios pelo vale de Goldcrest a ouvir algumas das músicas do rádio e admirar a paisagem pode ser relaxante, mas assim que começamos a arranjar atividades para fazer o jogo ganha uma outra dimensão e, entretanto, já se passaram uma quantas horas.

Até 16 jogadores podem jogar cooperativamente, apesar que aquilo que mais observei foram corridas de tratores. Algumas missões têm tempo limite e convém haver algum treino com as diversas máquinas com que vão realizar as tarefas.
Ao ligarem o jogo online também têm acesso a mods, tanto no PC como nas consolas, que oferecem novas experiências de jogo, seja com máquinas novas, veículos ou outras modificações que a comunidade ativa do jogo certamente está já a criar.

O prazer de jogar Farming Simulator vai depender de cada um, o jogo não obriga a fazer nada que não queiramos e a experiência de cada jogador será sempre pessoal. Podem seguir uma rotina no jogo ou tentar dominar uma nova máquina, o que normalmente acaba por ser bastante desafiante.
O jogo não é perfeito, mas cumpre aquilo a que se propõe, há sempre algo para fazer e na companhia de amigos a experiência tornar-se ainda melhor. Para os fãs do género é um jogo obrigatório, os curiosos como eu provavelmente vão ficar agarrados e ter uma experiência agradável.

 

Nota editorial: Foi-nos fornecida uma cópia deste jogo pela editora/distribuidora para efeitos de análise.

Nota Final - 7.5

7.5

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ver Também

Close
Close