Análises

Pro Evolution Soccer 2019

Mais um ano, mais um PES.

Versão testada: Playstation 4 Pro

Pro Evolution Soccer é uma série desenvolvida pela Konami que já vem desde 2001, isto sem contar com os International Superstar Soccer e com o Goal Storm para a PSOne. E como tal, este ano também não escapa a mais uma entrada Pro Evolution Soccer.

Este ano existem várias novidades. As licenças da UEFA Champions League e da UEFA Europa League foram parar ao jogo da EA Sports e, como tal, a Konami teve que arranjar alternativas para tentar preencher este buraco. E as alternativas foram estas: Russian Premier League (exclusivo), Spor Toto Süper Lig (Liga turca), Superliga (Liga dinamarquesa), Liga NOS (Liga portuguesa), Raiffeisen Super Ligue (Liga suíça), Ladbrokes Premiership (Liga escocesa) e a Jupiler Pro League (Liga belga). Por sua vez, clubes como o FC Barcelona, Liverpool FC, AC Milan, Arsenal FC e FC Schalke 04, entre outros, fazem parte da pareceria com o jogo da Konami. Como podem ver, a editora japonesa esmerou-se neste capítulo.

Para além dos estádios reais como o Camp Nou, Anfield Road e Emirates Stadium, também estão presentes os habituais estádios genéricos da Konami. Quem está de regresso é o Estádio José Alvalade e o Stade Louis II (via DLC), enquanto que estádios novos na série PES temos, por exemplo, o Veltins-Arena, Estádio Sükrü Saracoglu, Celtic Park, Ibrox Stadium, Palestra Itália, sendo que estes três últimos vão sair via DLC.

Como não podia deixar de ser, a Liga Master, o Rumo ao Estrelato, o Cooperativo offline e online e o myClub estão presentes em PES 2019. Tanto a Liga Master e o Rumo ao Estrelato não sofreram quaisquer alterações significativas. O myClub é um modo online semelhante ao FUT de FIFA, em temos que obter olheiros, treinadores e jogadores, de forma a construir uma equipa de sonho capaz de nos levar ao topo. E para isso é necessário ter pontos ou moedas (micro-transacções) se queremos ter jogadores de qualidade. Contudo, o facto de o Ritmo de jogo no myClub estar automaticamente definido no +2, não vai agradar a muitos. Sobre a conexão nos jogos, não tive grandes razões de queixa.

Falando na jogabilidade, não mudou significativamente em relação ao PES 2018. Contudo, agora os passes em profundidade já não são muito fatais, o que é um ponto positivo. Além disso, a física da bola é bastante boa, reagindo da forma esperada. E notei que os Guarda-redes já não cometem aqueles erros inacreditáveis. No entanto, sinto que há faltas estranhas que são marcadas e noto que o CPU não diversifica a sua forma de atacar.

Em termos gráficos, a Konami nunca falha neste aspecto. É sempre interessante ver o ambiente dos estádios e a maioria das caras dos jogadores super realistas, assim como as expressões faciais dos jogadores, especialmente quando reagem ao que se passa dentro das quatro linhas. E o que dizer sobre os sons do público nos estádios? Sinto que o público devia ser mais efusivo de cada vez que marcamos algum golo. Sobre os comentadores, enfim, há muito tempo que é um problema crónico da série PES e, mais uma vez, continua a falhar neste departamento, pois os comentários são extremamente repetitivos, tendenciosos e chatos. Se ouvir o Pedro Sousa e com Luís Freitas Lobo é mau, os comentários em Inglês também não são muito melhores.

Sobre a banda sonora, X Ambassadors and Jamie N Commons, Awolnation e Jay Prince, são alguns dos exemplos de artistas que fazem parte da lista de músicas que vão ouvir durante a navegação pelos menus. Em suma, PES 2019 perdeu as licenças da UEFA para a sua franquia rival, e continua-se a sentir a falta de ligas importantes como a Barclays Premier League, Bundesliga e LaLiga Santander. Mas mesmo assim continuo a gostar deste título, graças a uma jogabilidade divertida e por finalmente se ter visto um maior investimento na aquisição de conteúdo licenciado.

Nota editorial: Cópia fornecida pela editora para efeitos de análise.

Veredito

Nota Final - 7.5

7.5

Apesar de cometer os mesmos erros, PES 2019 continua a ser divertido de se jogar.

User Rating: 0.55 ( 1 votes)
Close
Close