Análises

Hitman 2

Alvo eliminado!

Versão testada: PlayStation 4 Pro

A vida de um agente não é nada simpática. Que o diga o Snake e o Sam Fisher. Evitar ser descoberto, utilizar disfarces, descobrir certas informações, evitar fazer barulhos, criar distracções, perseguir e eliminar alvos, e fazer desaparecer as evidências. Tudo isto faz parte da vida de um agente para fins governamentais ou, em alguns casos, para salvar o mundo. E a vida do Agente 47 criada pela IO Interactive não podia ser diferente.

Aqui o nosso amigo 47 viaja para uma missão para caçar o estranho cliente sombra ou Shadow Client e desmembrar a sua milícia. E a primeira pista é encontrar a localização da Alma Reynard, que é o tenente do Shadow Client. E o resto… vão ter que descobrir por vós próprios como sempre. De referir que todos estes eventos passam depois de Hitman, o título lançado em 2016.

Ora bem, como já tinha dito anteriormente, evitar ser descoberto, utilizar disfarces, e fazer utilizar as ferramentas à nossa disposição para completar a missão faz parte do DNA da série Hitman. Mas nada é assim tão simples. Para entrarmos em certos locais restritos onde estão os alvos ou as informações secretas, temos que estar disfarçados e mesmo assim é preciso ter cuidado porque alguns indivíduos conhecem “as suas tropas”. E a solução para isso é estar de costas para eles, ou escondermos nas ervas altas ou no meio da multidão. Evitar fazer barulho? Nada de andar à porrada com o alvo com testemunhas por perto e nada de fazer “bang bang” sem silenciador. Sim, é recomendado eliminar os nossos alvos com a nossa pistola com silenciador, porém há outras formas de eliminar os alvos como, por exemplo, serem mortos quando ingerem uma bebida com certos venenos ou empurrá-los directamente de um edifício alto. Como podem ver, há mil e uma maneiras de eliminar os alvos, desde que não haja testemunhas.

Também podemos criar distracções para certos indivíduos incluindo os alvos, como por exemplo a torneira da casa de banho aberta, tudo para atrair a nossa mosca para a nossa teia de aranha. Porém uma ocasião muito rara, provavelmente um bug, vi um dos alvos numa das missões “indeciso” se iria fechar a torneira da casa do banho ou não. Mas foi um pequeníssimo pormenor estranho. Para quem vem do Hitman de 2016, em termos de gameplay é quase exactamente o mesmo, apesar de ter recebido umas pequenas melhorias. Por um lado, isto significa que estamos perante um Hitmam 1.5, mas por outro lado, o gameplay excelente manteve-se. E sim, é possível jogarem os DLC’s (remasterizados) do Hitman 1 de borla, caso tenham o jogo de 2016.

A adição das concussive grenades e da visão das câmaras de segurança ajuda a variar só um bocadinho as mecânicas do jogo, assim como ajuda o Hitman 2 a ser um jogo acessível, dependendo da dificuldade que meteram. Gostei imenso dos locais que estão presentes e bem retratados neste Hitman 2. Iremos estar em locais como Mumbai, Miami e Colômbia.

Noto que a IA inimiga deste Hitman 2 é inteligente, se bem que são um bocado generosos, mas é uma coisa que faz sentido. Por exemplo, se eu ir directamente para as zonas restritas, a IA, quando nos vê, ordena-nos para sair da zona proibida imediatamente. O que dá-nos uns segundos para sair dessa zona e evitar o alerta máximo. Um pequeno pormenor interessante é a IA transportar os corpos mortos dentro dos sacos. Também estão presentes os modos Sniper Assassin (Single-player e Multiplayer) e Ghost Mode (Multiplayer) para desenjuar um bocado da campanha Single-player do jogo. Em suma, se adoram a série Hitman ou adoram jogos de espionagem, Hitman 2 é totalmente recomendado para vocês.

Nota editorial: Cópia fornecida pela editora para efeitos de análise.

Veredito

Nota Final - 8.5

8.5

Apesar de não oferecer muito em relação ao seu antecessor, Hitman 2 é um jogo de enorme qualidade.

User Rating: Be the first one !
Close
Close