Análises

Dirt Rally 2.0

A toda a velocidade.

Versão testada: PC

Existe um motivo para que ano após ano eu me levante de madrugada e percorra vários quilómetros, caminhe por vezes outros tantos, debaixo de um calor imenso ou de um frio aterrador. Milhares de outras pessoas fazem o mesmo, talvez várias vezes por ano, seja para o Confurco em Fafe ou para Arganil no passado (este ano temos Arganil novamente). É um sacrifício que se faz para garantir um bom lugar e sentir de perto as emoções de um verdadeiro carro de rally.
Algumas horas com Dirt Rally 2 são suficientes para que essa emoção venha ao de cima, aquele sentimento de adrenalina, do som, da velocidade e do limite impossível com que estes carros abordam as curvas.

É o meu desporto automóvel favorito pelo que é sempre especial experimentar um jogo que aborda os Rallys de maneira séria. Infelizmente são muito poucos os jogos que realmente abordam este desporto de modo sério, preferindo na maior parte das vezes um estilo mais arcade e de fácil jogabilidade quando na realidade este desporto é tudo menos fácil. Durante muitos anos o velhinho Richard Burns Rally, com o seu incessante apoio de modders e actualizações, manteve-se como o rei dos simuladores de Rally, mas agora é tempo de finalmente passar a coroa a outro campeão. Se procuram um jogo de Rally onde conseguem controlar o carro a altas velocidades com pouco esforço e ter aquela sensação de que “é assim que um carro de rally anda” então por favor, parem de ler este texto e vão jogar outra coisa: este jogo não é para vocês.

Com Dirt Rally 2 a Codemasters pegou em tudo o que Dirt Rally 1 fez de bom e melhorou basicamente todos os seus aspectos. Como se costuma dizer, não é uma revolução mas uma boa evolução. A parte visual está muito mais apelativa, com mais pormenores que lhe garantem uma atenção ao detalhe fantástica, aliada a um novo sistema de iluminação ambiental, a cereja no topo do bolo, que proporciona várias opções de dificuldade a cada uma das classificativas que se estendem pelos 6 países presentes no jogo.
Sendo este o jogo oficial do campeonato do mundo de Rallycross estão também presentes todas as principais pistas oficiais e algumas das suas equipas. Montalegre está obviamente presente, com todos os detalhes da pista, inclinações e declives, bancadas e outros pormenores que são imediatamente reconhecidos por quem já lá esteve.

São duas disciplinas completamente distintas que asseguram, tal como no primeiro jogo, uma longevidade incrível a um jogo que oferece uma jogabilidade tão diferente entre cada um dos carros presentes.
No modo de Rally tradicional regressam as opções de poder reparar o carro entre classificativas, contratar novos membros para a nossa equipa e até mesmo o factor económico que permite a aquisição de novos veículos ou a compra de peças melhores para os nossos carros. Todo este sistema é muito intuitivo e simples e permite que o jogador mantenha mais o foco no carro e no domínio pelo controlo do mesmo.

Os carros de topo na disciplina de Rally moderno são neste momento os R5, tal como os carros de topo que participam neste momento no nosso campeonato nacional. Se havia equipa que merecia a licença oficial do WRC nos videojogos seria esta equipa aqui. A recriação de alguns dos troços mais famosos dos países onde passa a caravana do WRC seria perfeita pelo trabalho que se pode ver neste jogo. Cada classificativa está desenhada de modo tão eficaz que ajuda imenso a embrulhar a física dos carros num pacote tão realista e palpável como nunca se fez até agora.
Mais uma vez a Codemasters tirou um coelho da cartola e desta vez a coroa de melhor simulador de Rally num videojogo é merecida. Se gostam de Rally a sério façam o favor de o adquirir!

Sistema utilizado: Ryzen 5 2600x, Saphire Vega 56, 16Gb DDR4 3000MHz, SSD Crucial 500Gb
Nota editorial: Cópia fornecida pela editora para efeitos de análise.

Veredito

Nota Final - 9

9

Dirt Rally 2 sobe a parada naquilo que os simuladores de rally conseguem oferecer, se também tivesse presente os carros do WRC e algumas da classificativas do primeiro jogo seria provavelmente o jogo perfeito.

User Rating: 3.03 ( 2 votes)
Back to top button
Close
Close