Análises

Klonoa Phantasy Reverie Series

Wahoo!

Versão testada: PlayStation 5
Disponível para:
PC, PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X/S, Xbox One, Switch

“Wahoo!”… foi esta a primeira reação quando o Klonoa Phantasy Reverie Series foi anunciado. E não é por menos, porque o último jogo do Klonoa foi há 12 anos, para a Wii. Esta coletânea, que inclui as versões remasterizadas de Klonoa: Door to Phantomile e Klonoa 2: Lunatea’s Veil, marca o regresso do gato com as orelhas enormes e visa também celebrar os 25 anos de existência da franquia.

Sobre as histórias dos dois jogos, como estão interligados, vou focar-me apenas no primeiro jogo. Klonoa estava a brincar numa floresta quando de repente um anel com um brilhante cai na terra. Quando apanha esse anel, ele fica a conhecer um espírito chamado Huepow, e ficaram amigos. Um dia, uma nave espacial colidiu numa colina próxima. Klonoa e Huewpow decidiram investigar esse acidente. Não se deixem enganar pelo aspeto infantil, porque estes dois jogos oferecem histórias boas que vos vão deixar com lágrimas nos olhos, especialmente o primeiro jogo. Até mesmo as personagens secundárias têm a importância.

Para aqueles que não conhecem a série, Klonoa, personagem inspirada nas personagens como o Sonic e o Mario, é um platformer 2.5D. Klonoa pode saltar, voar temporariamente com as suas orelhas enormes e agarrar inimigos graças ao anel. E quando agarramos esses mesmo inimigos, podemos usá-los para fazer salto duplo, para atirar a outros inimigos ou outras coisas impossíveis de chegar. Como novidade, temos uma opção chamada Player 2 Support, e com isto, o segundo jogador pode ajudar com saltos mais altos.

No Klonoa 2: Lunatea’s Veil, Klonoa usa em alguns níveis uma prancha para surfar, como por exemplo no nível: Montanhas da Mira-Mira. Ambos os jogos não têm línguas japonesas e inglesas, apenas a língua fictícia da série. É uma pena que esta coletânea não ofereça a língua japonesa e a inglesa. Sempre eram mais opções para os mesmos. Os gráficos dos dois jogos são muitos bons, especialmente as cores vivas e o aspeto das personagens. Estas remasterizações levaram várias melhorias em comparação com os originais, mas o que dizer sobre a jogabilidade e física de ambos? São muito fiéis aos originais. O jogador não vai ter dificuldades em habituar-se à jogabilidade dos mesmos isto apesar de serem um bocado escorregadios.

Klonoa: Door to Phantomile é o mais simples dos dois jogos. No primeiro jogo, quando levamos dano, tira apenas metade de um coração e no Lunatea’s Veil tira um coraçãoa. Inicialmente quando fazemos New Game, temos duas dificuldades que podemos escolher: Easy e Normal, tal como os originais, mas quando completamos as campanhas dos mesmos, ganhamos acesso ao Hard Mode. O Door to Phantomile é um jogo simples com níveis curtos, ao contrário da sequela.

O Lunatea’s Veil tem alguns níveis mais longos e é um bocado mais desafiante que o primeiro jogo graças aos novos elementos e aos novos inimigos que adicionaram para ultrapassar os puzzles. Por exemplo, a certa altura, temos cristais amarelos, azuis e vermelhos que estão a bloquear o nosso caminho, e para passarmos esses obstáculos, temos que usar um inimigo amarelo para atirar aos outros inimigos até termos a cor correspondida (Amarelo > Azul > Vermelho) e depois atirar para esses mesmos cristais.

Klonoa também enfrenta bosses, sendo que, na minha opinião, a maioria deles são simples. Durante os níveis, Klonoa também tem de libertar residentes (Door to Phantomile) ou colecionar Momett Dolls (Lunatea’s Veil) para desbloquear algumas surpresas que vou deixar para vocês descobrirem. As bandas sonoras de ambos os jogos são muito boas, se bem que gostei mais da do Door to Phantomile.

Klonoa Phantasy Reverie Series oferece Time Trials contra os bosses, um Scrapbook no Klonoa 2: Lunatea’s Veil e movie viewer. E é tudo. Um dos maiores pontos fracos desta coletânea é a falta de conteúdo para prender mais um bocado o jogador. Coisas como Leaderboards e Time Trials nos níveis normais ou nos níveis com a prancha seriam muito bem vindas. Apesar disso, este é um bom regresso de Klonoa.

Nota editorial: Cópia fornecida pela editora para efeitos de análise. Artigo foi escrito após a atualização 1.000.002.

Veredito

Nota Final - 8

8

Sofre alguma falta de conteúdo, mas Klonoa Phantasy Reverie Series oferece duas remasterizações muito boas.

User Rating: 1.7 ( 2 votes)
Botão Voltar ao Topo