Análises

Senran Kagura Burst Re:Newal

Relembrar as origens da série Senran Kagura.

Versão testada: Playstation 4 Pro

A série Senran Kagura, que apesar de não ser muito conhecida por estes lados, já leva uns bons 7 anos sempre a oferecer conteúdo pervertido, aparvalhado, tosco e… um bocado hilariante. Tudo isto faz parte do ADN da série. E após o spin-off das armas de água (Senran Kagura: Peach Beach Splash), eis que chega Senran Kagura Burst Re:Newal para a PlayStation 4 e para PC. De referir que este jogo é um remake do Senran Kagura: Skirting Shadows e do Senran Kagura Burst (Director’s Cut do Skirting Shadows) que saíram para a Nintendo 3DS.

Temos dois tipos de Academias Ninja: a Hanzo National Academy (Good Shinobi), que actuam sob ordens e a Heibijo Clandestine Girls’ Academy (Evil Shinobi), que usam os seus poderes como bem entenderem. Ambas as ninjas dessas duas academias desenvolvem secretamente através dos treinos, o ninjutsu. E estas duas academias estão sempre a lutar uma contra a outra; faz parte do destino delas neste jogo. Mas nem sempre é assim no modo história. Por vezes, ficamos a saber que esta ou aquela passou por uma infância difícil, ou o que é que levou a esta para se juntar a esta ou aquela academia. Também tem este ou aquele momento aparvalhado mesmo típico da série Senran Kagura. Tudo isto é transmitido através dos diálogos e das cenas estilo Visual-novel. O que sinto em relação à história deste Burst Re:Newal resume-se numa só palavra: come-se.

Senran Kagura Burst Re:Newal é um Musou, o que significa que a maioria das missões é 1 vs “N” de inimigos. É fácil de pegar e de habituarmos ao jogo, seja atacar, correr, saltar, executar técnicas, defender e fazer parry. Acção pura e dura juntamente com os 60 FPS que o jogo manda. Isto apesar da câmara do jogo, tal como no Estival Versus, ser algo trapalhona, especialmente quando estamos encostados em alguma parede. E também temos combates 1 vs 1. No Senran Kagura: Estival Versus tivemos Multiplayer com batalhas Free for all, o Capture-The-Bra e o Understorm, mas por mais estranho que pareça, não há Multiplayer no Senran Kagura Burst Re:Newal. Ao dar-mos dano ao adversário num combate 1 vs 1, numa questão de tempo, a roupa vai ficando rasgada até ao ponto full strip (só acontece isto se a nossa adversário estiver nas últimas e se utilizarmos o Burst Finish ou o Ultimate Secret Ninja Art). A personagem fica nua e as partes íntimas da mesma… ficam tapadas por um brilho intenso.

Todas as 12 personagens têm movimentos e armas diferentes umas das outras. Não gostei do facto de algumas personagens, mesmo não fazendo parte da história principal do jogo, como a Kagura, Kafuru, Midori ou a Shiki, estarem como DLC. Todas as personagens têm estes 3 estilos: Flash Style (normal), Yang Style (Pós transformação “Shinobi”) e o Yin Style (Frantic). Inicialmente, durante as missões só temos duas opções: Flash Style ou o Yin Style. No modo Frantic (Semi-nua), é verdade que levamos danos maiores, mas também aumenta o poder e os nossos combos tornam-se infinitos. Conforme vamos evoluindo os estilos e a personagem, ganhamos novos combos (Flash e Yang) e obtemos novas capacidades (Yin e Yang). Sim, como é óbvio, também é possível melhorar as stats da nossa ninja ao fazermos level up da mesma.

Tal como no Estival versus, a nossa personagem pode fazer “Shinobi” transformation. Coloquei entre aspas porque digamos que… quase todas as personagens não utilizam roupas Shinobi. Ao fazermos a transformação, temos um moveset melhor em relação ao Flash Style, o ataque torna-se ligeiramente mais poderoso e a nossa barra de vida é regenerada até ao ponto máximo. Tanto no Yin como no Yang, podemos usar as técnicas Secret Ninja Arts e as Ultimate Secret Ninja Arts. E só um pequeno aparte, se a nossa personagem estiver em modo Frantic, já não é possível fazer a transformação Shinobi. Durante as nossas missões, podemos apanhar Secret Files (coleccionáveis), Health Items e as Secret Growth Medicine. Em relação ao último, estas podem ser usadas para fazermos level up às nossas personagens femininas. Estas Secret Growth Medicines também podem ser adquiridas na Shop no jogo.

Falando sobre missões principais, basicamente o objectivo não passa de combates 1 vs 100 e 1 vs 1. O excesso de repetividade é tanta que o utilizador acaba por se fartar do jogo mais cedo ou mais tarde caso este tenha pouca ou nenhuma paciência. Sim, eu sei que se trata de um Remake, mas não deixa de ser um bocado cansativo. Ao completarmos as missões principais ou nas free missions, ganhamos pontos de experiência, ganhamos dinheiro, que pode ser utilizado no Shop (para adquirirmos roupas, músicas, etc.,) e na maioria das vezes nas missões principais, desbloqueamos Free Missions que não passam de… mais do mesmo. Temos também as Training Grounds para treinarmos as nossas habilidades.

E sem surpresa, temos um Dressing Room, onde podemos mudar a roupa (antes da transformação e pôs transformação) das nossas personagens, assim como o Lingerie ou o cabelo e adicionar acessórios para a nossa personagem. Também temos o modo Diorama em que podemos tirar fotos com as nossas personagens preferidas de várias maneiras diferentes (Poses, expressões e entre outras coisas). Onde é que está o Intimacy Mode que tivemos no Estival Versus e no Peach Beach Splash por exemplo? Foi retirado a 100%. Não por culpa da Honey Parade Games ou da Tamsoft Corporation, mas sim, das novas políticas da Sony (NA/ EU). E isto aconteceu muito antes da data de lançamento do jogo ter sido anunciada. Para aqueles que não sabem o que é este modo, o Intimacy mode permite-nos interagir (de várias maneiras diferentes) com a personagem através das mãos virtuais em ordem para obtermos uma resposta dessa mesma personagem. Sim, eu sei que isto soa estranho, especialmente com as personagens “crianças-adultas”. E já agora, para os PC gamers, não se preocupem que o Intimacy Mode não foi retirado.

Senran Kagura Burst Re:Newal utiliza o mesmo motor gráfico do Estival Versus e do Peach Beach Splash. Tirando os designs de algumas as arenas que podiam ter sido melhor tratadas, visualmente cumprem. Personagens graficamente bem tratadas sem contar com os movimentos gelatinosas dos seios das mesmas. Falando na banda sonora, tirando uma ou outra música boa, o resto é apenas aceitável. No geral, Senran Kagura Burst Re:Newal consegue ser divertido por algum tempo e tem coisas positivas, mas comparado com o Estival Versus, sofreu vários cortes em termos de “sal” para me fazer prender ainda mais ao jogo. Em vez de evoluir, simplesmente regrediu. E alguns dos problemas presentes no Estival Versus (a câmara e o design das arenas) continuam incluídos neste Burst Re:Newal. Querem um bom Senran Kagura? Têm o Peach Beach Splash. Querem um bom jogo de acção Senran Kagura? Têm o Estival Versus. O Burst Re:Newal fica abaixo destes dois.

Nota editorial: Cópia fornecida pela editora para efeitos de análise.

Veredito

Nota Final - 6

6

A overdose do mesmo tipo de missão e a falta de conteúdo relevante, atiram este Burst Re:Newal para o meio da tabela.

User Rating: Be the first one !
Close
Close